Chamada para Inscrições

“TUDO SOBRE MULHERES”, o festival de cinema feminino da Chapada dos Guimarães

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Inscrições dos filmes estarão abertas de 30 de março até 29 junho

O festival contará com prêmios incluindo locações de equipamentos de diversos valores e bolsa de estudo na Academia Internacional de Cinema (AIC)

O Festival TUDO SOBRE AS MULHERES ganhará uma edição em 2018. Este ano, o evento acontecerá de 5 a 9 de setembro na Chapada de Guimarães (MT), depois de um hiato de sete anos.  As inscriçõespara a sexta edição do  Festival de Cinema Feminino já começaram e vão até o dia 29 de junho. Para participar, as produções precisam ser brasileiras e com até 25 minutos de duração. A temática tem que abordar, de alguma forma, o universo feminino.

O nome “Tudo Sobre Mulheres” foi inspirado pelo filme Tudo Sobre Minha Mãe, de Pedro Almodóvar, cineasta que sabe como poucos retratar o universo das mulheres em sua filmografia. O principal objetivo do evento é estimular a produção audiovisual que aborde a questão feminina, não importando o sexo dos realizadores. O Festival ainda contribui com a urgente necessidade de descentralização da produção cultural, ao sair do eixo Rio-São Paulo e levar o Tudo Sobre Mulheres para o interior do Brasil, Chapada dos Guimarães – patrimônio ambiental da humanidade.

Além da exibição de obras audiovisuais na Mostra Competitiva, o festival também oferece apresentações de companhias de teatro, shows, lançamento de livros, feira de artesanato, dança e exposição de artistas locais.

Os prêmios são: na categoria “MELHOR CURTA METRAGEM” – Prêmio CiaRio ao Melhor Curta Metragem, no valor de R$6.000,00 (seis mil reais) em locação de equipamentos de Iluminação, acessórios e maquinaria da empresa NAYMAR, e Prêmio C/as4tro – 02 horas de consultoria de produção Executiva via Skype oferecido pelo Coletivo C/as4tro; na “MELHOR MÉDIA METRAGEM” – Prêmio CiaRio no valor de R$10.000,00 (Dez mil reais) em locação de equipamentos de Iluminação, acessórios e maquinaria da empresa NAYMAR.

Já o “MELHOR DOCUMENTÁRIO” será premiado com o Prêmio CiaRio no valor de R$8.000,00 (oito mil reais) em locação de equipamentos de Iluminação, acessórios e maquinaria da empresa NAYMAR.

Na “MELHOR FILME DA REGIÃO CONNE” (Centro Oeste, Norte e Nordeste) será o Prêmio Mistika R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção digital para o Melhor Filme da Região CONNE eleito pelo júri oficial do TSM; Prêmio Estúdio MIX R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção de Som; Prêmio Bússola Brasil que consiste em 4 horas de consultoria on line sobre Direitos Autorais e Contratos com o advogado Petrus Barreto (Bússola Brasil); e na “MELHOR FILME DA REGIÃO FAMES”(Minas Gerais, Espírito Santo e Região Sul) será Prêmio Mistika R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção digital para o Melhor Filme da Região  FAMES Fórum Audiovisual Minas Gerais, Espírito Santo, e Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) eleito pelo júri oficial do TSM; Prêmio Estúdio MIX R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção de Som.

Também terá a categoria “MELHOR FILME RJ/SP” (Rio de Janeiro e São Paulo) com o Prêmio Mistika R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção digital para o Melhor Filme dos estados RJ e SP eleito pelo júri oficial do TSM; Prêmio Estúdio MIX R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em serviços de pós produção de Som e a “MELHOR FILME UNIVERSITÁRIO” a qual o prêmio consiste em uma bolsa de R$ 2.000 no curso de documentário nas unidades RJ ou SP da Academia Internacional de Cinema.

O bônus deste ano será a categoria “PRÊMIO AQUISIÇÃO ELO COMPANY” com a premiação de representação comercial de 01 curta escolhido pelo júri Elo com duração de 18 meses.

O júri será composto por Beto Rodrigues, graduado em história pela UFRGS e pós-graduado em Produção Audiovisual pela Universidade Complutense de Madri; Elisa Lucinda, fundadora da Casa-Poema, poetisa, jornalista e cantora; Leonardo Esteves, professor do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Mato Grosso, mestre em Artes Visuais pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro e doutor em Comunicação Social pela PUC-Rio; Julia Katherine, atriz e roteirista trans beneficiária do projeto Transcidadania da Prefeitura do Estado de São Paulo; Juliana Segóvia, diretora e roteirista, também graduada em comunicação e mestre em estudos de cultura contemporânea pela Universidade Federal de Mato Grosso e Vera Zaverucha, criadora do OCA (Observatório do Cinema e do Audiovisual) e professora especialista na regulação do audiovisual.

Após um hiato de sete anos, o festival de cinema que tem por objetivo abordar as questões femininas, será realizado novamente. Além de colocar em pauta o universo das mulheres, ele ainda contribui com a necessidade de descentralização da produção cultural ao sair do eixo Rio-São Paulo e realizar sua próxima edição na Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso.

Para participar, as produções devem ser brasileiras e ter com 25 minutos de duração com a temática “feminino”. Além da exibição de obras audiovisuais na Mostra Competitiva, o festival também oferece apresentações de companhias de teatro, shows, lançamento de livros, feira de artesanato, dança e exposição de artistas locais. Os filmes devem estar concluídos a partir de janeiro de 2016.

Link: http://iconedocinema.com.br/chamada-para-inscricoes-tudo-sobre-mulheres-o-festival-de-cinema-feminino-da-chapada-dos-guimaraes/

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.